‘Esforço nobre, mas perigoso’: seminário comemora dez anos de atuação da ONU e Brasil no Haiti

30/05/2014 · Eventos UNIC Rio 
Seminário reuniu cerca de 500 pessoas. Foto: UNIC Rio/Gustavo Barreto

Seminário reuniu cerca de 500 pessoas. Foto: UNIC Rio/Gustavo Barreto

Em comemoração ao Dia Internacional dos Trabalhadores das Forças de Paz, marcado todo 29 de maio, e o aniversário de 10 anos da Missão das Nações Unidas para a Estabilização no Haiti (MINUSTAH), foi realizado nesta sexta-feira (30), na Escola de Guerra Naval do Rio de Janeiro, o seminário “MINUSTAH e o Brasil – Dez anos pela paz no Haiti”.

Com a presença de autoridades da ONU, do Itamaraty e das tropas brasileiras, além de representantes de instituições civis, o seminário buscou refletir sobre os desafios, sucessos e falhas da Missão, debater sobre o seu futuro e o da nação haitiana e, em um cenário mais amplo, reforçar a importância das missões de paz da ONU na estabilização de países e prevenção de crises humanitárias.

“É um esforço nobre, mas perigoso”, resumiu o diretor do Centro de Informação das Nações Unidas para o Brasil, Giancarlo Summa, que abriu o evento. “Só no ano passado morreram 103 capacetes-azuis em todo o mundo e, desde o início das operações de paz, já são mais de 3,2 mil mortos.”

Veja as fotos e saiba mais em http://bit.ly/1nM987C

Comentários

Deixe seu comentário